segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Capítulo 1

Sel on.                                                                   Eu me arrumei para ir pro colégio e fiquei assim:

Esperei a carona do Joe, quando ele buzinou entrei no carro, Nicholas também estava.
Eu: Joe, não dava pra você ter esquecido seu irmão?
Joe: Não Sel.
Demi: Oi Sel.
Eu: Oi amiga.
Demi: Adorei o visual.
Eu: Obrigada. Desenhado por mim e costurado por...
Demi/Eu: Dona Mandy.
Nós duas sorrimos. Chegando na escola, deixei meu material na sala e estava a caminho do banheiro quando o Nicholas me puxou. E descemos umas escadas que nunca vi até que chegamos nesse quarto.
Eu: Uau! De onde saiu isso Nicholas?
Nicholas: Um presente de meu pai.
Ah! Claro, só podia. Num internato, Nicholas ter dois quartos. Já que ele divide com o irmão.
Nicholas: O Joe tem um aqui perto, mas até hoje, só a Demi sabe da existência desses quartos.
Eu: E agora, eu também né bocó?
Ele me olhou maliciosamente.
Eu: Ai meu paizinho amado. Nem pense em fazer isso.
Nicholas: Você nem sabe o que eu estou pensando em fazer.
Eu: Nem quero.
Ele arqueou uma sobrancelha e de repente, eu já estava emprensada na parede.
Nicholas: É o que veremos.
Eu: Me solta Nicholas.
Eu me debatia, mas nada adiantava. Nossa! O Nicholas andara malhando [e como... sahausu]. Até que ele enviou a mão dentro da minha saia.
EU: Tira essa merda de dentro da minha saia.
Nicholas: Nem pensar.
De repente, sinto uma dor aguda, mas logo depois, se transformou em prazer.
Eu: Para Nicholas.
Eu disse segurando os gemidos.
Sel off.
Demi on.
O sinal tinha acabado de tocar e nada do Nick ou da Sel.
Eu: Cadê aqueles dois idiotas?
Joe: Calma amor, devem estar se batendo.
Eu concordei.
Joe: Ei, vamos perder umas aulinhas?
Ele disse sorrindo maliciosamente.
Eu: Quem sabe.
Sorri maliciosa também. Ele me puxou e fomos correndo para nosso "canto secreto".
Demi off.
Nick on.
Selena: Tira agora esse dedo daí Nicholas.
Ela disse fazendo muito esforço para não gemer.
Nicholas: E se eu não quiser?
Eu disse enfiando outro dedo. Segurei suas duas mãos com uma só.
Selena: Nem sempre querer é poder.
Ela disse fechando os olhos e mordendo os lábios.
Selena: Me faz um favor?
Ela disse lentamente.
Eu: Depende.
Selena: Por favor.
Ela disse apertando os olhos.
Eu: Diz.
Selena: TIRA A MERDA DO SEU DEDO DE DENTRO DE MIM!
Eu tirei um dos dedos, mas acabei arrebentando a calcinha dela.
Selena: Pelo amor de Deus, diz que você não arrebentou a minha...
Ela disse abrindo os olhos e vendo a calcinha no chão.
Selena: Merda! Valeu Nicholas!
Ela disse irônica. Eu a soltei.
Eu: Ao seu dispor Selena.
Ela se sentou na cama.
Selena: Você é um completo idiota! Que horas?
Eu: Nove.
Selena: NOVE???? Já se passaram duas horas? Nicholas! E as aulas?
Ela saiu correndo, mas segundos depois voltou.
Selena: Poderia, por favor, me mostrar a saída?
Quando saímos do quarto, demos de cara com Demi e Joe.
Joe: Sel? O que faz aqui?
Selena: Seu irmão idiota me trouxe pra cá.
Nós fomos pra nossa sala. Agora seria aula de música.
Na sala ficamos assim:
Demi-Selena
Joe-Eu
Nick off.
Sel on.
A professora nos mandou fazer um trabalho em equipe e fez as equipes. Ficou Joe, Demi, eu e o idiota do Nicholas.
Demi: Então... Como faremos?
Eu: Eu e você faremos a coreografia e os garotos o ritmo.
Joe: E vamos nos dividir para fazer a letra. Eu e a Demi, você e o Nick.
Eu: Mas...
Demi: Agora, Sel.
EU: Ok.
Eu troquei de lugar com o Joe, com muito cuidado para minha saia não levantar.
Nicholas: VOcê fica uma gracinha sem calcinha.
Ele sussurrou em meu ouvido.
Eu: Idiota.
Sussurrei no dele.Fizemos uma letra, até que ficou legal, o Nicholas deu o nome de : When You Look Me in The Eyes, ela era muito romântica, nem sei como conseguimos fazer aquilo.
Eu: Mandou bem retardado.
Nicholas:...

Espero que gostem do primeiro capítulo. O próximo será muitooooooooo diferente e mais atrevido

3 comentários:

  1. OMG ehhh outro blog com mtooo nelena kkkk
    posta logo amr
    bj

    ResponderExcluir
  2. Adorei flor ta d+
    flor tem como divulgar pra mim
    http://fafict.blogspot.com/

    ResponderExcluir